Amapá: Estado esquecido...


amapa

Muita gente se pergunta se de fato o Amapá faz parte do Brasil... em teoria, dizem que é um dos 26 estados que compõem o país, porém na prática é um estado esquecido (para não dizer excluído mesmo) a nível político, econômico e social...

O fato da exclusão é evidenciado com o embargo dos políticos do resto do país (principalmente os do Amazonas), que não aceitam a criação da Zona Franca no Amapá, com medo de perderem espaço para a região, por ser um local de fácil acesso à Europa e ter um porto relativamente bem estruturado, mas para existir de fato uma possível concorrência com a Zona Franca de Manaus, o problema grave de falta de ligação ferroviária do Amapá com o Pará, teria que ser sanado, visto que, o Estado depende do transporte por balças, que inviabiliza as possibilidades de exportação em grande escala.

Apesar de todos os subsídios para instalação de empresas no estado, a procura é quase inexistente, existindo basicamente pequenas empresas e as grandes são focadas na exploração de recursos naturais, ou seja, eles se instalam no estado, recebendo grandes subsídios (fiscais, tributários, etc), e simplesmente retiram os recursos naturais...o pior de tudo é que não fica nada benéfico ao estado quando tais empresas retiram-se, muito pelo contrário ficam apenas os danos ambientais e o caos social gerado pela desestruturação de pequenos municípios...

Outro ponto, que sinceramente, acredito ser algo grotesco, é que a grande maioria das terras do estado pertencem à UNIÃO!!! Ou seja, o estado só existe no papel, porque na prática não...o Governo Federal pouco se importa com o estado e os próprios políticos locais só se importam com uma coisa: DESVIAR DINHEIRO PÚBLICO E ENCHER SEUS BOLSOS...enquanto isso o povo vai conformando-se em tomar seu açaí com farinha e assistir sua novela!!! kkkkk....e o Amapá vai ficando mais longe do resto do país, se afogando num mar (ou melhor, no Rio Amazonas..rsrs) de corrupção, com poucas perspectiva de desenvolvimento econômico.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Os comentários expressam a opinião dos visitantes e não do AUTOR deste blog. No momento os comentários são moderados, já que ultimamente temos recebido muitas inutilidades.

O autor não se responsabiliza por qualquer conseqüência e/ou dano que algum comentário venha a provocar a terceiros.

Comentários inadequados serão REMOVIDOS, incluindo ofensas pessoais, racismo, pregações religiosas, textos totalmente em letras MAIÚSCULAS, palavrões desnecessários ou miguxês, etc.

Obrigado e volte sempre.