Brasil: Paraíso, Crimes e Leis


Brasil Paraíso, Crimes e Leis

Venho aqui deixar minha opinião a respeito da postagem "Brasil: Paraíso, Crimes e Leis", do Blog Visão Panorâmica que pertence ao amigo Arthurius, aliás um texto excelente, vale a pena conferir, aliás é obrigatório, já que esse texto tem relação direta com o dele! ;-)

Iria deixar apenas um comentário curto, mas acabei escrevendo esse texto e resolvi postar aqui.

Ah desculpe Arthurius por usar o mesmo título do seu post, mas não vejo título melhor para os temas discutidos, se tiver algum problema, me avisa que eu troco sem stress.


Vamos lá:

O Brasil é um país realmente abençoado, porém discordo que a violência seja o principal problema, porque ela é conseqüência de outros problemas como educação, desemprego e alimentação que são cruciais aos cidadãos.

Sem comida ninguém terá forças para trabalhar, sem educação ninguém conseguirá emprego, sem alternativa muita gente acaba indo parar no tráfico de drogas, vão fazer assaltos, enfim, se dirigem ao "mundo do crime", não que isso justifique tais atos, além disso o governo não cumpre seu papel de dar o minímo de dignidade a população.

As leis do país já estão totalmente defasadas e devem ser revistas, porque já não atendem as necessidades atuais, o resultado disso é a impunidade que corre solta e cria-se um círculo vicioso, que gira em torno de grupos políticos (ou seriam grupos criminosos??) que dominam o país e ditam as regras.

No Brasil ninguém quer perder nada, só querem saber de ganhar vantagens e mais vantagens, burlando leis, criando leis para benefício próprio, superfaturando obras, etc, etc, etc.

A justiça no país é lenta e burocrática, levando a demora de meses ou até anos em processos que necessitam de urgência, além do que, em vez de estar com os olhos vendados, a justiça brasileira só enxerga os mais "abastados" financeiramente...

O povo esquece rápido, quem roubou hoje, amanhã ninguém lembra mais, com certeza se o ladrão for candidato novamente, terá seu cargo garantido, podendo pôr as mãos no nosso dinheiro novamente.

Também concordo Arthurius, que para que as coisas mudem, os cidadãos precisam mudar de mentalidade.

Não podemos ficar de braços cruzados, temos que fazer nosso poder de eleitor valer e eleger candidatos dignos que mudem nosso país para a melhor, assim um dia poderemos chegar a ser considerados um país de "1º mundo" e não um país pseudo desenvolvido e exportador de matéria-prima...peraí, ainda estamos no pacto colonial??

9 comentário (s)

Arthurius Maximus disse...

Olá MorpheusS!

Não me incomodo com a utilização do título. Ainda mais que seu texto complementa de forma primorosa minha opinião.
Quando me referi a violência como principal problema, foi no sentido de dizer que esses problemas sociais que você apontou existem; mas não são preponderantes para a entrada das pessoas no mundo do crime. Se assim fosse, uma quantidade expressiva de pobres e favelados descambaria para ele. O que, decididamente não acontece.

Se você analisar uma favela, mais de 90% de sua população é composta por pessoas da bem. Apesar de estarem expostos as mesmas carências e ao mesmo abandono do poder público.

Essas carências e o abandono são gatilhos para a entrada no crime. Mas não condição preponderante. Se assim fosse, ricos não cometeriam crimes.

O principal problema é que a impunidade fortalece a vontade de pessoas que, se não fosse assim, pensariam várias vezes antes de entrar nessa vida.

A falta de leis eficazes, de uma justiça ágil e antenada com os anseios da sociedade e de um sistema policial e prisional eficazes; favorecem a proliferação do crime. O indivíduo "cabeça fraca" vê que o marginal de sua comunidade vive como um rei e, mesmo se for preso, fica dois ou três anos "em cana"; para logo depois voltar a viver nababescamente. Logo, em sua mente deturpada, o "poder", "a fama", "o respeito" e "as vantagens" da vda de crimes valem o risco de alguns poucos anos na cadeia.

Por isso mesmo a classes média e alta passaram a delinqüir mais. O gosto da "aventura" vale o risco para essas pessoas.

As leis são brandas, porque nossos legisladores temem ser vítimas de leis mais rigorosas; afinal sua grande maioria é composta de indivíduos criminosos e sem escrúpulos; o que faz da classe alvo constante de prisões.

A justiça morosa e burocrática, favorece a máfia dos juízes e advogados que se locupletam dessa situação. E favorece também os próprios políticos, que fazem uso dessa morosidade para escaparem impunes de suas armações e crimes.

Só a pressão popular poderá fazer com que essa situação mude. Mas essa pressão só virá com a mudança de mentalidade do povo. Coisas como o mensalão, os sanguessugas, ficais corruptos e políticos envolvidos com mamatas não podem ser considerados mais como coisas comuns e naturais.

A mentalidade de escravo que nosso povo tem e que permite que ele veja as atitudes de nossas autoridades como "normais" e o fornecimento de serviços adequados na área de saúde, educação e segurança como algo que "só se faz se der" ou que isso é coisa que o político deve fazer como um "favor" aos seus eleitores ou uma "esmola" ou uma "caridade".

Esses serviços são um direito e uma obrigação das autoridades eleitas. é para isso que elas estão lá. e não para enriquecerem.

Parece que eu é que acabei me alongando. Mas como você mesmo disse, esse é um tema empolgante.

the best disse...

Opa... Depois da uma passadinha lá no blog para pegar seu selo!!!!

Mary disse...

Olá, Vim agradecer sua visita e comentário.
Bjs

MoorpheuSs disse...

Re: Arturius

Ah tá, interpretei equivocadamente ;-)

Realmente quem vive marginalizado, apesar de tudo, geralmente não entra para o mundo do crime.

A falta de leis mais rigorosas, acaba como um incentivo a violência, onde as pessoas, sabendo que provavelmente sairão impunes (no máximo passarão um curto tempo na cadeia...), não pensam pensam duas vezes e cometem crimes.

Concordo plenamente que nossos legisladores não criam leis mais rigorosas, por terem medo de sofrerem as conseqüências...

Abraços.

MoorpheuSs disse...

Re: The Best

Já peguei o selo, daqui a pouco irei repassar.
Muito obrigado pela indicação.
Abraços.

Re: Mary

Muito obrigada pela visita e volte sempres.
Bjs.

Heliarly disse...

Cara me ajuda aí me diga, vc que tem muitos anuncios deve ter uma média. Quanto posso quanhar por mês, venho tendo 25mil page views por mês.

Se puder me dÊ umas dicas...

MoorpheuSs disse...

Re: Heliarly

Olá..infelizmente não posso ajudá-lo, afinal estou a pouco tempo blogando...

Abraço.s

qualiblog disse...

Tanto o seu texto como o do Arthurius demonstram com clareza todas as mazelas da nossa sociedade e da nossa classe política. Países como Índia e China reencontraram o caminho do crescimento investindo em educação, cultura e saúde. Não são uma maravilha, mas a pouco tempo pareciam o Brasil da época do Império e hoje em alguns aspectos já nos superaram... Pena que o foco do Brasil ainda não foi dirigido seriamente a esses fatores. Se for, em menos que uma geração daríamos uma turbinada no crescimento.

Ronaldo Costa

qualiblog disse...

Tanto o seu texto como o do Arthurius demonstram com clareza todas as mazelas da nossa sociedade e da nossa classe política. Países como Índia e China reencontraram o caminho do crescimento investindo em educação, cultura e saúde. Não são uma maravilha, mas a pouco tempo pareciam o Brasil da época do Império e hoje em alguns aspectos já nos superaram... Pena que o foco do Brasil ainda não foi dirigido seriamente a esses fatores. Se for, em menos que uma geração daríamos uma turbinada no crescimento.

Ronaldo Costa

Postar um comentário

Os comentários expressam a opinião dos visitantes e não do AUTOR deste blog. No momento os comentários são moderados, já que ultimamente temos recebido muitas inutilidades.

O autor não se responsabiliza por qualquer conseqüência e/ou dano que algum comentário venha a provocar a terceiros.

Comentários inadequados serão REMOVIDOS, incluindo ofensas pessoais, racismo, pregações religiosas, textos totalmente em letras MAIÚSCULAS, palavrões desnecessários ou miguxês, etc.

Obrigado e volte sempre.