Top 10 momentos internéticos da década


Top 10 momentos internéticos da década


A explosão dos classificados on-line Craigslist. A morte do Napster. A "Revolução do Twitter" no Irã. Todos grandes momentos na Internet. Na realidade, eles estão entre os 10 maiores da última década, de acordo com os Prêmios Webby.

O grupo que promove a premiação - uma instituição on-line com mais de uma década - listou o que considera os 10 momentos de Internet mais influentes dos anos 2000.

A lista inclui momentos de grande atenção e eventos menos vistosos que provariam ser pontos decisivos nos anos seguintes.


Em ordem cronológica, segue o Webbys' Top 10:

• Craigslist se expande além de San Francisco (2000): Quando o site de classificados grátis expandiu seus negócios para mais nove cidades, o público começou a trocar os classificados tradicionais de jornal para os da internet, de acordo com o Webbys. O Craigslist é o anfitrião de listagens on-line, estando agora em mais de 500 cidades em 50 países.

Google

• Google AdWords lançado (2000): O Webby considera o lançamento do programa de anúncios on-line do Google como o abridor de mercado de propaganda na rede, permitindo aos anunciantes focar melhor seus potenciais clientes.

• Wikipédia (2001): A enciclopédia livre de código-aberto agora tem mais de 14 milhões de artigos em 271 idiomas, sendo 20.000 artigos apenas no primeiro ano. A Wikipédia é um exemplo de como estranhos ao redor do mundo podem colaborar em projetos.

Napster

• Napster fechado (2001): O controverso site de compartilhamento, combatido duramente pela indústria fonográfica, foi fechado em 2001. Hulu, iTunes e outros sites legais seguiram sua filosofia, disponibilizando canções de locais distantes dos grandes centros e artistas desconhecidos on-line.

• Abertura de capital (IPO) do Google (2004): Uma das maiores oferertas de ações da história colocou o mecanisno de busca no caminho para se tornar "a companhia mais dominante e influente da década". Gmail, YouTube, Google Earth, Google Maps e Android surgem depois.

• Revolução dos vídeos on-line (2006): banda larga mais rápida, filmadoras mais baratas e o uso do padrão Flash no YouTube, fez o vídeo on-line explodir. Esse trio levou a uma explosão de conteúdo caseiro e profissional nos vídeos na internet.

• Facebook abre, Twitter se vai (2006): Em setembro, o Facebook deixou de ser uso exclusivo de estudantes de faculdade e passou a poder usado por qualquer pessoa mais velha que 13 anos de idade.

Apple Iphone

• Surge o iPhone (2007): foi lançado no dia 29 de junho de 2007, e no final de semana cerca de 500.000 unidades já tinham sido vendidas. O telefone da Apple inspirou muitos e matou outros tantos smartphones, com um marketing bem feito e uma nova maneira de lidar com o celular.

• Campanha presidencial norte-americana (2008): A Internet "alterou campanha presidencial em 2008, tanto quanto, a televisão fez a quarenta anos, " de acordo com a lista Webby, mais cedo. Networking social, mobilização dos voluntários e eleitores e angariação de fundos on-line quebraram recordes.

• Protestos na eleição Iraniana (2009): Quando o poder dominante do Irã anunciou resultados duvidosos de sua eleição presidencial, a oposição provocou um networking social e a "Revolução no Twitter" nasceu. A internet deixou protestantes distrbuir imagens cada vez piores do país caótico quando as mídias populares tinham sido impedidas de divulgar informações. O Twitter se tornou tão fundamental na divulgação de notícias de protestos que levou o Departamento de Estado Norte Americano a perguntar se a companhia tinha planos de manutenção, de acordo nota da Webbys.



Referências:

Adaptado de CNN.COM

Site Webby Awards



Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Os comentários expressam a opinião dos visitantes e não do AUTOR deste blog. No momento os comentários são moderados, já que ultimamente temos recebido muitas inutilidades.

O autor não se responsabiliza por qualquer conseqüência e/ou dano que algum comentário venha a provocar a terceiros.

Comentários inadequados serão REMOVIDOS, incluindo ofensas pessoais, racismo, pregações religiosas, textos totalmente em letras MAIÚSCULAS, palavrões desnecessários ou miguxês, etc.

Obrigado e volte sempre.