Como recuperar pendrives problemáticos


Muitas pessoas se perguntam sobre como solucionar problemas com pendrives inacessíveis ou queimados e a solução nem sempre é jogar o dito cujo fora. Existem meios de recuperar pendrives com problemas, mas antes de enfrentar problemas com pendrives é bom também seguir algumas dicas para comprar dispositivos de qualidade! Leia abaixo:


Primeira dica: Compre pendrives de marcas de confiança, como Kingston, Sony ou SanDisk. Existem pendrives Kingston genéricos sendo vendidos no mercado. O verdadeiro Kingston dá 5 anos de garantia contra defeitos de fábrica, independente da garantia dada pelo vendedor.
Segunda dica: Não plugue o seu pendrive nas entradas USB frontais de computadores desconhecidos. Estas entradas frontais são extensões ligadas por fios na placa mãe e caso algum destes fios esteja ligado de maneira errada, pode causar um curto no pendrive e queimá-lo. As entradas frontais de computadores de grife como Dell e HP costumam ser confiáveis, mas prefira as entradas traseiras que são ligadas diretamente na placa mãe e não oferecem tanto perigo.
Preciso desmontar a unidade no Windows antes de desplugar o pendrive do micro? Se nenhum arquivo estiver sendo acessado dentro do pendrive e a luz de indicação do mesmo estiver apagada, não é preciso desmontar a unidade. Essa conversa de que desplugar o pendrive sem desmontar a unidade queima o aparelho é conversa fiada, do tempo do Windows98. Tenho um pendrive a 3 anos e nunca desmontei sua unidade antes de removê-lo e ele cotinua intacto.
Terceira dica: Evite usar MP3 Players como pendrives. As memórias destes aparelhos, principalmente dos modelos estilo “chaveirinhos” são de péssima qualidade e possuem uma curta vida útil. Caso você carregue arquivos importantes que precisam ser constantemente acessados, tenha um pendrive e um MP3 Player.
Quarta dica: Os vírus e trojans da atualidade adoram pendrives. Tenha sempre um anti-vírus atualizado e passe-o sempre que o seu pendrive for conectado em computadores susteitos. Desative a execução automática e faça uma varredura antes de usá-lo.
Pendrive inacessível: Acontece quando plugamos o pendrive e ele é reconhecido pelo Windows, mas ao tentarmos acessá-lo, ele pede para ser formatado. Na maioria dos casos isso ocorre porque o sistema de arquivos do pendrive foi corrompido, muitas vezes por vírus.
Se você possui algum arquivo que não pode ser perdido, tente abrir o pendrive em algum sistema não Windows, como o Linux. Em alguns casos funciona e os arquivos inacessíveis ficam disponíveis para serem salvos. Infelizmente na maioria dos casos, apenas uma formatação do pendrive pode retorná-lo ao seu estado de uso original.
Pendrive não pode ser formatado: Existem casos mais graves onde ao tentarmos formatar o pendrive, aparece a mensagem de disco protegido contra gravação. Como nestes casos a formatação não é possível, muita gente joga o pendrive fora.
Se você já perdeu um pendrive desse modo, você agora ficará bravo, pois saiba que existe uma solução. A Apacer, fabricante de chips de memória disponibiliza em seu site ferramentas que possibilitam o destravamento do chip de memória para que ele possa ser formatado novamente e recuperado.
A ferramente mais usada é o USB Utility Repair, que apesar de ser desenvolvido para os chips de memória da empresa, funciona praticamente em qualquer outra marca de pendrive.

Como destravar o chip de memória do pen drive para poder formatá-lo
1. Faça o download da ferramenta e instale-a no micro.
2. Execute o programa e mande-o formatar o pendrive. Note que após a formatação, a unidade ainda não estará acessível pelo Windows.
3. Faça a formatação novamente, desta vez pelo método normal utilizando o Windows e o pendrive não estará mais protegido contra gravação.
Pronto! O seu pendrive dado como morto estará pronto para encarar novos desafios. Caso a ferramenta não funcione com o seu modelo de pendrive, entre na seção de downloads no site da Apacer, mude o Download Type para Utility e aparecerão diversas outras versões do Repair Tool, basta testá-las e encontrar a que consiga formatar o seu pendrive.

Pendrive queimado: Conecto o meu pendrive em vários computadores diferentes, em nenhum deles o dispositivo é reconhecido e a luz de indicação nem acende, e agora?
Provavelmente o seu pendrive sofreu alguma descarga elétrica mais forte (curto-circuito) e queimou. Este sim é o momento de planejar o velório do seu companheiro, pois apesar de alguns tutoriais na internet tentarem reviver pendrives queimados, o processo é complicado para pessoas leigas, devendo ainda funcionar em apenas casos muito específicos, ou seja, nada que vale a pena tentar.

Prevenir como sempre é melhor do que remediar, cuide do seu pendrive com carinho!

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Os comentários expressam a opinião dos visitantes e não do AUTOR deste blog. No momento os comentários são moderados, já que ultimamente temos recebido muitas inutilidades.

O autor não se responsabiliza por qualquer conseqüência e/ou dano que algum comentário venha a provocar a terceiros.

Comentários inadequados serão REMOVIDOS, incluindo ofensas pessoais, racismo, pregações religiosas, textos totalmente em letras MAIÚSCULAS, palavrões desnecessários ou miguxês, etc.

Obrigado e volte sempre.