Como resgatar gadgets e celulares molhados




Derrubou seu gadget favorito na pia? Derramou uma jarra inteira nele? Não se desespere, pois você ainda poderá salvá-lo, bastando seguir algumas dicas que podem trazê-lo de volta à vida. Isso serve para a maioria dos aparelhos eletrônicos, como celulares / smartphones, tablets, mp3 players, etc

Passo 1: corte a energia

Assim que você perceber que seu gadget foi molhado, você precisa tirar a eletricidade dele, e rápido. Os danos não são geralmente causados pela água em si, mas pelos curtos circuitos que ela causa. Se seu gadget tem uma bateria removível, retire-a rápido. Se não, desligue-o imediatamente. Se ele estava desligado na hora que você o retirou da água, resista à vontade de ligá-lo para ver se ele ainda funciona. Você vai ficar sem ele por uns dias. Aceite.


Passo 2: tire tudo

Remova tudo que pode sair do gadget. tampa traseira, cartão SD, chip da operador, coberturas das portas. Tudo. Quanto mais você tirar, melhor. Não precisa quebrar nada, mas abra o maior número possível de pontos para o ar entrar e a água sair.

Passo 3: aspire

Se você tem um aspirador de pó com uma boca estreita, é o ideal. Você deve tentar tirar a maior parte possível da umidade. Use-o em cada porta por pelo menos cinco minutos.

Não tem muito tempo, eu derrubei meu telefone num prato de sopa. É, acontece. Eu não tinha um aspirador por perto. Eu tive que chupar a sopa da entrada de fone de ouvido, da parte do ouvido e do microfone com a minha boca (cuspindo num segundo prato). Não foi nem um pouco legal, mas eu salvei meu celular.

Passo 4: seque

Você vai encontrar muitos sites falando para você colocar seu gadget numa tigela de arroz. Funciona, mas vou falar aqui minha arma secreta que funciona melhor do que tudo que eu já tentei: Rice Krispies. Sim, cereal matinal feito de arroz. Eles absorvem líquidos muito mais rápido que arroz cru. Pegue uma caixa fresquinha, coloque seu aparelho lá dentro e deixe-o por 48 horas. Gire seu gadget lá dentro de vez em quando.

Passo 5: teste

Depois de 48 horas, retire seu telefone do cereal. Se você vir algum sinal de umidade (tela embaçada, por exemplo), coloque-o de volta por mais um tempo. Se, no entanto, ele parecer seco, coloque a bateria de volta e tente ligar de novo. Com um pouco de sorte, ele estará inteiro e funcionando de novo.

Métodos não testados:

Eu não posso responder por este método, mas alguns recomendam enfiar o aparelho no álcool puro. Usando álcool 90%, ele teoricamente evaporaria mais rápido que a água, além de não ser corrosivo. Isto é verdade. No entanto, vários celulares e tablets têm revestimentos oleofóbicos, que o álcool degradaria rapidamente. Então, talvez não seja uma boa correr este risco.
Ouvimos algumas pessoas recomendarem colocar o telefone em saquinhos de gel de silica — aqueles, que vêm nos seus móveis, escrito do not eat. O problema é que o poder de secagem da silica já foi usado quando você abre um produto — ele já alcançou o ponto máximo de absorção. E quem guarda essas coisas, não é mesmo?

Há, entretanto, um novíssimo produto no mercado chamado Bheestie Bag. É algo que você compra se vai fazer canoagem ou se tem tendência incorrigível a provocar acidentes. Ele diz que pode secar seus gadgets até sete vezes mais rápido que os métodos caseiros. Mas nós ainda não o testamos. E, sério, eu confio no meu truque dos Rice Krispies.

NÃO TENTE:

Secadores de cabelo, fornos, tostadeiras. Não, idiota, não faça isso. Você vai derreter os componentes. Se você quer usar um secador de cabelo frio (então, ele é só um ventilador), tudo bem. Mas é melhor um aspirador de pó.

Micro-ondas. NÃÃÃÃÃÃÃÃÃO! O que você tem na cabeça?

Chacoalhar. Pode parecer uma boa ideia quando acontece, mas a água pode estar apenas nas câmaras externas do seu gadget. Chacoalhar pode levá-la para dentro. Não faça isso. Use apenas uma toalha para enxugar.

 

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Os comentários expressam a opinião dos visitantes e não do AUTOR deste blog. No momento os comentários são moderados, já que ultimamente temos recebido muitas inutilidades.

O autor não se responsabiliza por qualquer conseqüência e/ou dano que algum comentário venha a provocar a terceiros.

Comentários inadequados serão REMOVIDOS, incluindo ofensas pessoais, racismo, pregações religiosas, textos totalmente em letras MAIÚSCULAS, palavrões desnecessários ou miguxês, etc.

Obrigado e volte sempre.