IMPRESSORA 3D: Venda, uso e objetivos


Agora, a nova moda tecnológica é a impressora 3D. Muita contrariedade permeia esse lançamento inovador na tecnologia de hardwares, porém ela pode ser um brinquedo divertido (e caro!) para quem estiver disposto a se arriscar.

A primeira impressora 3D lançada no Brasil e voltada para um público mais abrangente é a Cube, vendida na Saraiva, por R$6.900,00 e seus cartuchos, também vendidos pela mesma loja, saem por R$280,00 cada e conta com 8 cores diferentes. Não é assim tão acessível, mas realmente vale à pena? Ela é feita de plástico, porém com grande resistência e conta com uma tela LCD sensível ao toque, mas que precisa ser pressionado, o que não influencia em nada seu uso e desempenho.


Pesquisas com consumidores demonstram que nem sempre eles saem tão satisfeitos com o equipamento. A impressão nem sempre pode ser tão precisa e gasta um longo tempo, sendo que os mais simples objetos (como um chaveiro pequeno de caveira) demoram cerca de 20 minutos para serem impressos e os objetos mais complexos (como a Torre Eiffel) podem demorar até 8 horas para ficarem prontos.  Um brinquedo interessante? Sim, muito, mas podemos pensar melhor sobre a utilidade dela na vida cotidiana.

Será que existe vantagem em comprar uma impressora 3D e não uma convencional?

Sempre que formos comprar um equipamento eletrônico para nosso escritório ou residência, é importante compararmos, lermos e verificar realmente a importância dele na nossa vida. No caso de impressoras 3D, temos que levar em consideração que o seu uso é extremamente específico e não apenas para diversão.

Diferente das impressoras tradicionais que imprimem, com jato ou laser em vários tipos de papéis, documentos coloridos ou em preto e branco, a impressora 3D imprime, com plásticos ABS ou PLA, estruturas sólidas a partir de um desenho feito por programas específicos no computador. Esse método já existe desde a década de 80 para gerar protótipos industriais, porém agora está facilitado e aperfeiçoado para poder ser usado em menor escala, mas ainda assim com um objetivo igual ou semelhante.





Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Os comentários expressam a opinião dos visitantes e não do AUTOR deste blog. No momento os comentários são moderados, já que ultimamente temos recebido muitas inutilidades.

O autor não se responsabiliza por qualquer conseqüência e/ou dano que algum comentário venha a provocar a terceiros.

Comentários inadequados serão REMOVIDOS, incluindo ofensas pessoais, racismo, pregações religiosas, textos totalmente em letras MAIÚSCULAS, palavrões desnecessários ou miguxês, etc.

Obrigado e volte sempre.