É tablet ou notebook? São os computadores híbridos!

O computador híbrido, como o próprio nome sugere, é composto por duas tecnologias: a analógica e a digital, unindo as funções de notebook e tablet. Algumas características encontradas em todos os computadores híbridos são tela touchscreen, teclado removível e portas HDMI, VGA e USB. A diferença entre um modelo comum e o híbrido está, essencialmente, em seus sistemas operacionais e plataformas.


Os modelos de computadores híbridos normalmente são formados por um teclado “destacável” bem confortável e de uma tela quase sempre muito fina e leve. A grande vantagem é que, além de girar em 360º, a tela touchscreen pode ser desacoplada do teclado e usada como tablet, funcionando com um teclado virtual. Para quem não abre mão do teclado físico, o formato notebook pode ser reestabelecido rapidamente apenas acoplando os dois de novo.

De acordo com a arquitetura e o sistema operacional, os computadores híbridos podem ser divididos em duas categorias: os projetados para lazer e os projetados para trabalho. Essa classificação depende das configurações de cada máquina.

Os computadores projetados para lazer utilizam mais da tecnologia digital, pois precisam ser mais leves e mais baratos. Por esse mesmo motivo, a capacidade de armazenagem em disco é diminuída e o consumo energético da bateria é bem baixo. Seu processamento pode ser feito pelo processador ARM, que tem eficiência de energia, porém não comporta programas de trabalho mais pesados como AutoCAD e Photoshop. Esse tipo de máquina normalmente utiliza sistema operacional Android e se assemelha mais a um tablet do que a um desktop.

Já os computadores projetados para o trabalho utilizam mais da tecnologia analógica. Sua bateria tem desempenho menor quando desligada da tomada. O seu sistema operacional, na maioria das vezes, é Windows 8 (porém esse não é o único compatível com computadores híbridos), e o processamento costuma ser feito por um processador x86, que comporta muitos programas pesados. Para quem realmente trabalha com o PC - designers e arquitetos, por exemplo - um computador como esse, preparado para atividades intensas, é o tipo ideal.

As desvantagens dos computadores híbridos são a impossibilidade de realizar upgrades, já que a maioria das peças é soldada à placa mãe, e o peso dos computadores de algumas marcas, que está um pouco acima do esperado. Nesses casos, pode ser mais vantajosa a compra de um tablet e de um notebook separadamente.

Por Humberto Puperi - Diretor de Pré-Vendas da Cinco TI​


Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Os comentários expressam a opinião dos visitantes e não do AUTOR deste blog. No momento os comentários são moderados, já que ultimamente temos recebido muitas inutilidades.

O autor não se responsabiliza por qualquer conseqüência e/ou dano que algum comentário venha a provocar a terceiros.

Comentários inadequados serão REMOVIDOS, incluindo ofensas pessoais, racismo, pregações religiosas, textos totalmente em letras MAIÚSCULAS, palavrões desnecessários ou miguxês, etc.

Obrigado e volte sempre.