Veja como funciona a tecnologia de rastreadores de carros


Quem já não ouviu falar na utilidade e segurança que um rastreador oferece para um motorista? Comprar e instalar no veículo é bem fácil, porém o funcionamento dele é um detalhe que implica muitas combinações.

Os rastreadores de veículos se tornaram uma ferramenta de grande importância por localizar o carro, muito útil em caso de roubo do veículo, além de informações e dados de velocidade, locais de estacionamento e roteiros, essenciais para empresas que trabalham com frotas e entrega de mercadorias.

Mais uma vez a tecnologia responde pela utilidade do aparelho. Seu uso só é possível porque há um sistema que trabalha em conjunto, desde o automóvel em terra firme até os satélites posicionados no espaço.

A maior parte se vale do uso do GPS (Sistema de Posicionamento Global), é a partir dele que as informações são transferidas, o GPS recebe via satélite informações de latitude, longitude e direção. Por isso os satélites que circulam na órbita terrestre desempenham um papel imprescindível,  é preciso ao menos três deles para informar para as estações específicas a localização do veículo, as estações podem ser fixas – torres e antenas ou em movimento – como antenas móveis, as que existem nos rastreadores.

No caso de roubo de um carro que tem um rastreador instalado, o dono pode facilmente através da internet, ativando seu login e senha, saber onde está o veículo e acionar a polícia para busca do automóvel, a chance de encontrá-lo é de 98%.  Quando o veículo está em movimento ou com a ignição ligada, a transmissão de dados ocorre de minuto em minuto, quando está desligado, o sinal é enviado a cada 12 horas.

O interessante é que até o ano 2000, o governo dos Estados Unidos só permitia para o sistema civil a utilização dessa tecnologia parcialmente, ou seja, o sinal liberado era piorado, de baixa qualidade, o que provocava erro de localização, somente o sistema militar podia usufruir da localização exata, o que não acontece nos dias de hoje.

Além de ajudar em situações desagradáveis como roubo, o rastreador deixa o seguro auto mais barato, controla o movimento de cargas e encomendas, auxilia em sua segurança pessoal e possui um preço bastante acessível. Motivos suficientes para possuir um.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Os comentários expressam a opinião dos visitantes e não do AUTOR deste blog. No momento os comentários são moderados, já que ultimamente temos recebido muitas inutilidades.

O autor não se responsabiliza por qualquer conseqüência e/ou dano que algum comentário venha a provocar a terceiros.

Comentários inadequados serão REMOVIDOS, incluindo ofensas pessoais, racismo, pregações religiosas, textos totalmente em letras MAIÚSCULAS, palavrões desnecessários ou miguxês, etc.

Obrigado e volte sempre.